última hora

Concentração de trabalhadores dos Bares e Alojamento dos comboios internacionais na 31ª Cimeira Ibérica, na Guarda na defesa dos seus postos do trabalho

Interlineado+- AFuente+- Imprimir el artículo
Concentração de trabalhadores dos Bares e Alojamento dos comboios internacionais na 31ª Cimeira Ibérica, na Guarda na defesa dos seus postos do trabalho
Noticias relacionadas

Comunicación Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Hotelaria, Turismo, Restaurantes e Similares do Sul


Os trabalhadores da Serviral, Lda, pertencente ao grupo internacional Newrest, empresa concessionária que explora os comboios internacionais que fazem os percursos Lisboa-Madrid e Lisboa-Hendaye (Lusitânia e Sud-Express), e a CP – Comboios de Portugal, SA, estão com os contratos de trabalho suspensos, em virtude da decisão de suspender os comboios internacionais desde o passado dia 17 de março.

Devido à decisão destas empresas (Servirail e CP) põe em risco os postos de trabalho de cerca de 20 trabalhadores que prestam o serviço de Refeições, Bar e Alojamento, muitos há mais de 20 anos, e viram os seus rendimentos reduzidos drásticamente e impedidos de prestar trabalho.

Por outro lado, a CP já decidiu para outras situações semelhantes, Alfa Pendular ou Intercidades, concessionados a uma outra empresa, reabertura destes serviços, tendo os trabalhadores retomado os seus postos de trabalho.

Assim como, a nível transnacional, todas as fronteiras estão abertas para os transportes rodoviários e ferroviários, dentro do espaço geográfico da União Europeia, sendo a única excepção a situação da fronteira ferroviária entre Portugal e Espanha, que continua encerrada, por opção política.

Estes trabalhadores estão em Lay-off com os seus contratos suspensos, até ao final do presente ano, em consequência da decisão da empresa CP que mantem a recusa de reabrir os serviços e o transporte ferroviário entre fronteiras, prejudicando assim população e as empresas, assim como, no combate à desertificação das regiões do interior, às preocupações acrescidas na deslocação essencial de estudantes, de doentes e imigrantes entre os dois países, na aposta do comboio como o meio de transporte ecológico e de futuro, todos prejudicados com esta decisão da CP.

Recentemente a CP, devido à pressão exercida pelos trabalhadores e Sindicato pela reabertura dos comboios e respectivos serviços, decidiu unilateralmente rescindir o contrato de concessão com a Servirail, a partir de 01 de Janeiro de 2021 e esta denúncia do contrato, sem que haja um novo concurso público para o mesmo serviço, pode pôr em causa o futuro dos 20 postos de trabalho afetos a este serviço.

Esta posição da CP, denuncia do contrato com a Servirail é tomada na véspera da presente cimeira ibérica, realizada hoje, na Guarda, onde vai discutir-se as relações entre os dois países na aposta e reforço do transporte ferroviário. Por isso, esta decisão inesperada da CP vai contra o espírito que tem presidido às relações entre Portugal e Espanha.

A Servirail não só confirmou a receção da denúncia do contrato por parte da CP, como já declarou que está a ponderar iniciar um processo de despedimento coletivo, caso não haja uma solução positiva, que deverá passar pela reabertura do serviço de refeições, bar e alojamento.

O Sindicato, em reunião com as empresas realizada na DGERT/Ministério do Trabalho, já manifestou o seu protesto veemente a sua profunda repulsa por tal ato da CP e exigiu mais ponderação e responsabilidade social.

Os trabalhadores junto com o seu Sindicato decidiram realizar uma concentração junto ao Centro de Estudos Ibéricos, na Guarda, local de realização da 31ª Cimeira Luso-Espanhola, no dia 10 de Outubro de 2020, a partir das 9:30h e fazer a entrega de um documento junto do Governo, a exigir:

  • A reabertura de todos os serviços actualmente encerrados nos comboios Lusitânia e Sud-Express comboio hotel e consequentemente levantamento da suspensão dos contratos de trabalho e o regresso dos trabalhadores aos seus postos de trabalho.
  • Com a reabertura do serviço de refeições, bar e alojamento, seja salvaguardado a saúde e segurança dos passageiros, utentes e trabalhadores com medidas de prevenção ao COVID-19 conforme orientações da DGS – Direção Geral de Saúde;
  • À semelhança de outros meios de transporte, a reposição de todos os comboios a circular, para salvaguardar a não acumulação de clientes, para não pôr em causa a saúde e proteção dos utentes e trabalhadores, bem como a ocupação efetiva dos postos de trabalho;
  • A reposição das escalas dos horários dos trabalhadores, respeitando o princípio da conciliação da actividade profissional com a vida familiar.
  • Alteração de regras que põem em causa a qualidade de serviço e podem pôr em causa no futuro postos de trabalho;
  • Melhores condições nas instalações destinadas ao armazém e ao repouso dos trabalhadores nas estações;
  • Horários e salários a pagos a 100%;
  • Melhoria da qualidade das refeições e a valorização do serviço a bordo dos comboios e das condições de trabalho destes trabalhadores.

 

0 Comentarios

Sin comentarios Este artículo no tiene todavía comentarios

Lo sentimos!

Pero puedes ser el primero Deja un comentario !

Deja tu comentario

Su dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos necesarios están marcados con *

  Acepto la política de privacidad

Información sobre protección de datos

  • Responsable: MASHFE, C.B.
  • La finalidad de la recogida y tratamiento de los datos personales que le solicito es para gestionar tu solicitud en este formulario de comentarios.
  • Legitimación: Tu consentimiento.
  • Comunicación de los datos: No se comunicarán los datos a terceros salvo por obligación legal.
  • Podrás ejercer tus derechos de acceso, rectificación, limitación y suprimir los datos escribiendo a redaccion@ciudadrodrigo.net así como el derecho a presentar una reclamación ante una autoridad de control.
  • Contacto: redaccion@ciudadrodrigo.net.
  • Información adicional: Más información en nuestra política de privacidad.

 

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

últimos comentarios

JUAN
October 31, 2020 JUAN

Muy bien... Mi calle lleva mas de 35 años esperando a ser pavimentada ... pero los [...]

ver artículo
Luisa
October 30, 2020 Luisa

Ya pueden contratar más rastreadores, solo en Guadapero la mitad del pueblo positivos O sea si [...]

ver artículo
Luisa
October 30, 2020 Luisa

Ya pueden duplicar los rastreadores, solo en Guadapero la mitad del pueblo positivos O sea si [...]

ver artículo
Luisa
October 30, 2020 Luisa

Los rastreadores tendrán trabajo en Guadapero, entre otros pueblos, la mitad del pueblo positivos O [...]

ver artículo